sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Oficina de Custos é repassada aos professores das escolas rurais



Dando continuidade ao encontro iniciado na Escola rural Pérola no mês de setembro último, uma parceria entre a Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Educação – Semed, a Emater-RO e o Sebrae/Ji-Paraná reuniu professores da Rede Municipal de Ensino na manhã desta sexta-feira, 19, para junto com o engenheiro agrônomo e extensionista da Emater Genaldo Martins de Almeida Júnior debaterem sobre Custos para Produzir no Campo, Oficina que fez parte da programação do Projeto Educampo deste ano e que tem por objetivo fazer com que os agricultores possam ter uma noção dos custos de suas produções para tornar seus investimentos na agricultura familiar o mais rentável possível.
Todos os professores das quatro escolas rurais que receberam o Projeto Educampo estiveram presentes à Oficina. O encontro teve o intuito de formar multiplicadores para levar os temas discutidos nas Oficinas realizadas nas escolas com pais e alunos para a sala de aula. Além da Pérola, as escolas Bárbara Heliodora e a Edson Lopes também receberam a Oficina, restando apenas a Escola Nova Aliança a receber a visita do engenheiro agrônomo Genaldo Júnior, o que deve ocorrer ainda este mês.
“O conhecimento nunca é demais. Sempre temos coisas novas para aprender e repassar para nossos educandos. De acordo com o extensionista da Emater, a participação dos professores foi bem dinâmica com grande envolvimento deles, principalmente porque essa questão de levantamento de custos de produção também faz parte do dia-a-dia dos professores”, concluiu Janete de Araújo Pereira, coordenadora do Educampo.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Chamada Escolar: mídias encerram hoje, mas cadastramento vai até dia 29

Leiva lembrou que quem fizer o cadastramento terá preferência na escola escolhida

A partir desta segunda-feira, dia 15, encerra-se a veiculação das peças publicitárias da campanha da Chamada Escolar 2018, realizado pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Educação – Semed. Porém, isso não significa que a campanha tenha sido encerrada. A Chamada Escolar segue normalmente até o dia 29 deste mês, com os cadastramentos podendo ser feitos em todas as escolas da Rede Municipal de Ensino, inclusive no Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado para Autismo de Ji-Paraná – CMAEE Autismo.
A Chamada Escolar tem por objetivo realizar o cadastramento de novas vagas no Ensino Público para o ano letivo de 2019 visando o planejamento para atender a demanda escolar para o Ensino Infantil, Educação Fundamental e Educação de Jovens e Adultos – EJA, modalidades ofertadas pela Rede Municipal de Ensino. O público-alvo da campanha, portanto, são crianças de 0 a 5 anos, crianças e adolescentes de 6 a 14 anos, adolescentes acima de 15 anos e adultos que estão fora da escola.
A Secretaria de Educação realizará este cadastramento nas 33 instituições de ensino da Rede Municipal utilizando o Sistema Educar-Lex, tanto para o registro dos cadastros quanto para a efetivação das matrículas. Serão cadastrados alunos da última etapa da Pré-Escola (área urbana e rural) e do 5º ano do Ensino Fundamental (área Rural) que pretendam permanecer na Rede Municipal de Ensino; alunos da Pré-Escola matriculados em instituições particulares/conveniadas com idade de 5 anos completos ou a completar até 31 de dezembro deste ano candidatos ao ingresso do Ensino Fundamental público; crianças que não frequentaram a Pré-Escola e que tenham idade a partir dos 6 anos completos ou a completar até 31 de dezembro deste ano; crianças, adolescentes, jovens e adultos que se encontram fora da escola e que são candidatos a matricularem-se em escolas públicas em quaisquer das etapas da Educação Infantil e em quaisquer dos anos ou séries do Ensino Fundamental.
No ato do cadastramento os pais ou responsáveis (no caso de crianças, jovens de adolescentes com menos de 18 anos) deverão apresentar a Certidão de Nascimento, um comprovante de residência e o comprovante de escolaridade (declaração) para alunos provenientes da Rede Estadual, Rede Privada, Rede Conveniada e de outros municípios.
“É importante lembrar que aquelas pessoas que estão fazendo o cadastramento dentro do prazo certinho terão preferência nas escolas de sua escolha, ou seja, faz parte justamente desta organização dar preferências àqueles que estão se adiantando ao processo de matrícula para o próximo ano”, explicou a secretária de Educação, Leiva Custódio Pereira.

terça-feira, 2 de outubro de 2018

“Cidade do Trânsito” é o ponto alto do Projeto Trânsito Legal na Irineu Dresh


Depois das orientações, Aline observa o semáforo antes de atravessar
A secretária Leiva se disse encantada com os resultados do Projeto na Irineu
Na "Cidade do Trânsito" os alunos maiores orientam os pequeninos

Na simulação com o ônibus apenas os com cinto de segurança não caíram
A Aline pegou seu “possante amarelo” e saiu em disparada. Avançou o sinal vermelho, parou na faixa de pedestres, andou na contramão, bateu no carro da frente, estacionou em local proibido…enfim, fez tudo que um condutor não pode e não deve fazer. Porém, depois de meia hora na “Cidade do Trânsito”, ela já estava obedecendo o semáforo, estava atenta à faixa de pedestres, observando a sinalização vertical, guardando distância do veículo à sua frente e estacionando direitinho. É que a Aline Costa Rocha, aluna da Escola Professor Irineu Antônio Dresh (Linha 128, Setor Riachuelo) é uma das mais de 200 crianças e adolescentes que participaram do Projeto “Trânsito Legal – garanta seu caminho dirigindo certinho”, realizado durante todo o mês de setembro na Escola e que teve encerramento na última segunda-feira, dia 1º. Detalhe: a Aline só tem 5 anos de idade e cursa o Pré II.
Lançado em 2017 pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Educação – Semed, em parceria com a Autarquia Municipal de Trânsito – AMT e com a Secretaria de Desenvolvimento e Assuntos Estratégicos – SEMDAE, o Projeto Trânsito Legal foi desenvolvido em apenas seis escolas da área rural. Este ano o Projeto foi estendido para mais 17 escolas municipais da área urbana, com participação de aproximadamente 5,3 mil alunos. O Projeto tem por finalidade promover a conscientização dos pais motoristas, formar futuros condutores e a prevenção de acidentes no trânsito de Ji-Paraná.
O Projeto Trânsito Legal conta com uma coleção de livros didáticos e material audiovisual – vídeos institucionais, que foram disponibilizados aos alunos participantes.
De acordo com a coordenadora do Trânsito Legal, Guilhermina Heringer, o treinamento dos professores que estão atuando no Projeto nas escolas foi realizado no início do ano. Os formadores do Trânsito Legal foram os agentes de trânsito Hélio Costa Carvalho e Aécio Santiago Moraes, que repassaram seus conhecimentos aos professores, que agora estão trabalhando com os alunos em sala de aula, com apoio do material didático.

“Cidade do Trânsito”
O evento na Irineu Dresh desta segunda-feira marcou o encerramento do Projeto na escola, com concurso de frases sobre o trânsito, estatísticas sobre o trânsito em todo o País, a sinalização da escola com placas como as utilizadas no trânsito real e a “Cidade do Trânsito”, que foi o ponto alto das apresentações.
Ruas foram pintadas ao lado da quadra de esportes, com faixas de pedestres, semáforos, placas e estacionamento. Os pequeninos da Educação Infantil entravam em seus veículos feitos de caixas de papelão e saiam pelas ruas da “Cidade”, inicialmente sem nenhuma noção de trânsito. Guiados pelos alunos do Ensino Fundamental eles foram aprendendo na prática noções básicas de trânsito.
“O resultado foi incrível. Nós mesmos ficamos surpresos como eles aprenderam rápido”, disse o professor de matemática Alexandre Ramos, responsável pelo Projeto na Irineu Dresh. “Foi muito válida a experiência. Tivemos um retorno mais que positivo dos alunos. Todos aprenderam com o Projeto, inclusive nós, adultos”, concluiu, entusiasmado, o professor Alexandre.
“Na atividade do ônibus a gente aprende que quando a gente não coloca o cinto de segurança a gente pode cair e pode se machucar gravemente. No ônibus da escola é obrigatório usar o cinto e a gente sempre usa. Quando algum aluno não coloca o cinto, agora, a gente avisa imediatamente a monitora”, explicou a aluna Alessandra Rodrigues Marques, do 6º ano, que participou do Projeto Trânsito Legal.
A secretária de Educação do Município, Leiva Custódio Pereira, esteve presente ao enceramento do Projeto na Irineu Dresh e se disse surpresa com os resultados do trabalho realizado na escola.
“Fiquei encantada com o que eles (direção e professores) fizeram com o Trânsito Legal aqui na Irineu. Conversei com um aluno do Prézinho e ele sabia tudo sobre trânsito, sobre o uso do cinto de segurança, as sinalizações do trânsito, como dirigir com segurança. A gente vê que aquilo ficou mesmo na cabecinha deles. Em casa, esses alunos acabam virando fiscais dos próprios pais. E o mais legal é que tudo isso foi feito com poucos recursos, com material reciclável, o semáforo mesmo estava lindo, perfeito e foi feito de papelão. O importante aqui foi mesmo a dedicação e a seriedade com que o Projeto foi desenvolvido na escola. Estão todos de parabéns”, disse a Secretária.

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Último dia para as inscrições no Processo Seletivo para Estagiários da Semed


Acadêmicos dos cursos de Pedagogia, Artes, Estatística, Sistema de Informação, Educação Física e alunos de Nível Médio Profissionalizante em Informática e Agropecuária tem até às 17 horas de hoje, sexta-feira (28), para fazer suas inscrições para o Processo Seletivo Público de Estagiários para atuarem na Rede Municipal de Ensino. O Processo Seletivo, aberto no último dia 10, oferece 12 vagas para estudantes do Ensino Superior e 5 vagas para estudantes do Ensino Médio Profissionalizante.
De acordo com a superintendente geral da Secretaria Municipal de Educação – Semed, Márcia Regina as vagas são para acadêmicos devidamente matriculados em instituições de ensino reconhecidas pelo Ministério da Educação – MEC. Outras vagas estão sendo ofertadas, porém são para Cadastro Reserva. As vagas são somente para acadêmico e alunos que estudem e residam em Ji-Paraná.
De acordo com o Edital Nº02/18 de 3 de setembro de 2018, as inscrições só podem ser feitas via e-mail, gratuitamente, pelo endereço processoseletivosemedjp@ciee.org.br. O resultado provisório do Processo Seletivo Público será divulgado no site do CIEE até o dia 8 de outubro de 2018.
O estágio tem duração de 12 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses a critério da Semed. O estagiário de Nível Superior terá direito a bolsa-estágio no valor de R$ 600,00 e o estagiário de Nível Médio Profissionalizante a bolsa-estágio no valor de R$ 500,00.
Para maiores informações, os interessados poderão acessar a página do CIEE onde consta link para o Edital ou clicando neste link diretamente: https://portal.ciee.org.br/?post_type=post&p=7957

Paulo Freire, Nova Aliança e Antônio Prado são as campeãs do Society do JEAR 2018







Um grande sucesso. Assim definiram os organizadores da Secretaria Municipal de Educação – Semed e os participantes da etapa de Futebol Society ou Futebol 7 da edição 2018 dos Jogos Escolares da Área Rural de Ji-Paraná, JEAR. Os confrontos entre as oito escolas, com mais de 500 alunos participantes aconteceram durante esta semana, nos dias 24, 25 e 27 últimos, nos gramados do suntuoso Espaço Saint Germain de Futebol Indoor.
Para os alunos da área rural, estar pisando em um gramado sintético que eles veem apenas pela TV já valeu a pena. Foram 16 jogos, no sistema todos contra todos, nos naipes Masculino e Feminino, na categoria Juvenil, sendo que as escolas foram divididas por região 1 e 2.
“Destacamos, claro, a disposição dos alunos, que veem de longe para participar dos jogos. Mas não podemos esquecer de parabenizar também os professores de educação física das escolas rurais pelo empenho e dedicação por incentivarem eles a participar de várias modalidades esportivas nas aulas. A participação dos alunos nos jogos, na verdade, é o resultado do trabalho deles nas escolas”, frisou a coordenadora de Desportos da Semed Adriana Martinelli, referindo-se aos professores de educação física do Quadro Municipal Alessandro da Silva Paes, Jorge Nogueira de Souza, Paulo César Barreto, Anderson Pires de Souza, Valdemir José Bento, Vânia Saraiva de Souza e José Luiz Camargo.

Resultados
A classificação do Society do JEAR ficou assim:
Pela Região 1, no Masculino, em primeiro lugar ficou a Escola Paulo Freire (Linha 153, Setor Ouro Preto), alunos do professor Anderson; em segundo lugar a Escola Ulisses Matosinho Peres de Pontes (3ª Linha, Gleba G), do professor Alessandro; e em terceiro lugar a Escola Professor Irineu Antônio Dresh (Linha 128, Setor Riachuelo), alunos do professor Paulo César. No Feminino a Paulo freire também ficou com a primeira colocação; o segundo lugar ficou com a Escola Professor Edson Lopes (Linha 20, Setor Itapirema), alunas do professor José Luiz; e em terceiro lugar ficou a Escola Professor Irineu Dresh.
Pela Região 2, no Masculino, a Escola Nova Aliança (Linha 86, Setor Riachuelo), alunos do professor Jorge Nogueira, ficou em primeiro lugar; em segundo ficou a Escola Antônio Prado (Linha 206, Setor Ouro Preto), do professor Valdemir; e o terceiro lugar ficou para a Escola Bárbara Heliodora (4ª Linha, Gleba G), do professor Alessandro. Já no Feminino, a Escola Antônio Prado terminou em primeiro lugar e a Nova Aliança em segundo lugar.

Agenda SEMED 2018