segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Escolas e alunos recebem tablets em projeto para recolher garrafas pet

Alunos e pais de alunos foram convidados à cerimônia de entrega da premiação


Luan não quis esperar chegar em casa para abrir a embalagem e ver o tablet


Guilherme e Gustavo vão dividir o tempo com o tablet; os dois recolheram mais de 6 mil pet
Para ver o Álbum de Fotos CLIQUE AQUI


Quem passa pela BR-364 em Ji-Paraná e vê o Papai Noel gigante montado próximo ao ginásio de esportes Gerivaldo José de Souza, o Gerivaldão, mal pode imaginar o trabalho de “formiguinhas” que foi para recolher tantas garrafas pet para a confecção, entre outros, de uma peça de decoração natalina de 12 metros de altura. Na manhã desta segunda-feira, 30, alguns dos responsáveis por essa ação que transforma lixo em arte foram premiados. São escolas da Rede Municipal de Educação, pais, alunos, professores e gestores que “abraçaram” o Projeto de Arrecadação de Garrafa Pet para a confecção de enfeites natalinos.
Em 2103, quando foi lançado o projeto, a arrecadação de garrafas chegou à marca de 100 mil garrafas pet. Este ano foram 117.948 garrafas recolhidas. Com isso, artistas plásticos e voluntários puderam confeccionar, além do Papai Noel gigante, possivelmente o maior do Brasil feito em garrafas pet, uma Árvore de Natal também de 12 metros de altura e mais 40 pontos de decoração em toda cidade, com anjos, velas, casas, bonecos de neve, sinos e outros enfeites natalinos.


História contada em números
A história do projeto pode bem ser contada pelos números da Escola Municipal de Educação Fundamental Professor Irineu Antônio Dresh campeã isolada em arrecadação de pet desde o primeiro ano, quando conseguiu recolher aproximadamente 13 mil garrafas. No ano passado esse número quase que dobrou e a Irineu Dresh foi a primeira colocada entre as escolas participantes do projeto com cerca de 21 mil garrafas pet. Ontem, na premiação das escolas, mais uma vez a Irineu Dresh ficou com o honroso título de a escola que mais recolheu garrafas pet no município, exatas 45.566 garrafas que estariam na natureza, nos lixões, nos igarapés não fosse o trabalho dela.
Detalhe: a Escola Irineu Dresh participa do projeto pela categoria escolas rurais, uma vez que está localizada na Linha 128 Setor Riachuelo. Mas se a Irineu concorresse pela categoria escolas urbanas levaria o prêmio do mesmo jeito, pois o total de garrafas recolhidas pela escola do diretor Rinaldo Gervásio foi mais que o dobro da escola urbana primeira colocada.
Perguntado qual o segredo para recolher tantas pet, Rinaldo foi categórico: “O segredo é a determinação e dedicação de todas as pessoas da escola e o empenho de alguns alunos que se destacam”.
Certamente Rinaldo se referia ao Jean Carlos Barbosa e ao Kauan Caldeireiro, que juntos recolheram mais de 30 mil garrafas. Primeiro e segundo colocados, respectivamente, com louvor.

Exemplo de superação
Mais o projeto não fica só no recolhimento de garrafas, na transformação delas em adornos natalinos e na premiação das escolas e alunos que mais recolheram pet. Ele vai além. Ultrapassa os muros das unidades de ensino. Na categoria das escolas urbanas de Educação Infantil, por exemplo, o aluno que levou o tablet pela maior arrecadação de garrafas foi o Luan Gabriel Cella de Souza. Luan é um aluno especial e usou do seu carisma para arregimentar toda a família no recolhimento de garrafas pet. Resultado: 3.416 garrafas que não servirão à degradação do meio ambiente.

Exemplo de solidariedade
Outra história bonita que surgiu em meio ao projeto este ano foi a do aluno primeiro colocado em arrecadação de garrafas pet na categoria Ensino Fundamental Urbano. A escola premiada foi a Parque do Pioneiros, com 14.350 garrafas, sendo que destas, 6.323 foram recolhidas pelo aluno Guilherme Primão de Souza. Só que Guilherme não trabalhou sozinho. Ele contou com a ajuda do irmão gêmeo Gustavo.
“Agora, a gente baixa os joguinhos e eu brinco um pouco e o Gustavo brinca um pouco”, disse Guilherme ao desembrulhar o prêmio.
Este ano, o Projeto de Arrecadação de Garrafas Pet foi desenvolvido numa parceria das secretarias de Educação (SEMED), Assistência Social (SEMAS), Meio Ambiente (SEMEIA) e Fundação Cultural.

Mais de um milhão
“Ano que vem vamos somar mais de um milhão de garrafas pet tiradas do meio ambiente graças ao Projeto. Quando vocês, crianças, forem ver o Papai Noel tenham orgulho de dizer que foi feito com a participação de vocês”, lembrou Keila Barbosa, presidente da Fundação Cultural de Ji-Paraná.
Já a secretária de Educação, Leiva Custódio Pereira, lançou a ideia de se fazer um tour com as escolas premiadas para que os alunos saibam no que são transformadas as garrafas que eles recolhem. “Um dos papéis da escola é justamente esse, de mostras para a sociedade que pode transformar lixo em arte, reciclar. Penso que é importante também mostrar para os alunos o resultado dos esforços deles e levá-los para ver a decoração natalina. Tem gente que mora longe e sequer vem à cidade no final do ano”.
“É uma honra estar aqui representando o Prefeito (Jesualdo Pires) numa premiação tão importante como essa das escolas e alunos que participam do projeto de arrecadação de garrafas pet. Não é só o projeto, a competição saudável de ver quem recolhe mais, mas é o envolvimento da Educação como um todo formando cidadãos conscientes e defensores do meio ambiente, do mundo em que vivem. Isso é muito gratificante”, finalizou o secretário Ari Saraiva, ao falar em nome do Prefeito na cerimônia.
A Câmara de Vereadores de Ji-Paraná foi representada pela vereadora Silvia Cristina (PDT), que se disse encantada com o projeto e com o empenho das escolas no recolhimento de garrafas pet.


Projeto de Arrecadação de Garrafas Pet 2015
Categoria Escolas Urbanas – Educação Infantil
1º Lugar - Centro de Educação Maria Antônia – 21.089 garrafas – diretora Ivonete Cella
2º Lugar – Centro de Educação Pedro Gonçalves – 2.962 garrafas – diretora Eliane dos Santos
3º Lugar Centro de Educação Nelson Dias – 1.835 garrafas – diretora Rosineide Ferreira

Categoria Escolas Urbanas – Ensino Fundamental
1º Lugar – Escola Parque dos Pioneiros – 14.350 garrafas – diretora Amanda Capelazo
2º Lugar – Escola Jamil Vilas Boas – 6.200 garrafas – diretora Vanessa Leite
3º Lugar – Escola Prof. Almir Zandonadi – 5.910 garrafas – diretora Viviane de Andrade

Categoria Escolas Rurais – Ensino Fundamental
1º Lugar – Escola Prof. Irineu A. Dresh – 45.566 garrafas – diretor Rinaldo Gervásio
2º Lugar – Escola Ulisses Matosinho – 6.993 garrafas – diretor Elecimar da Silveira
3º Lugar – Escola Tupi – 5.725 garrafas – diretora – Ivanilde Beninca



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agenda SEMED 2018